risco Brasil

  1. Diferença entre a taxa interna de retorno do Brasil e a taxa de juros do bônus do Tesouro norte-americano de mesmo prazo.
  2. prêmio pelo risco país. Normalmente citado em ponto-base.

enfin.O risco Brasil acumula dois procedimentos de avaliação, em função do prazo e dos critérios de análise dessa avaliação.

O risco de cumprir compromissos: no longo prazo, a mensuração do risco é produzida por agências de classificação de riscos (rating agencies), divulgada em relatórios periódicos, circunstanciados, com base nos fundamentos da economia de um país (ou de uma empresa), para medir o risco de aquele país ou empresa cumprir com seus compromissos financeiros contratados com seus credores.

Nos relatórios, as agências de rating concluem suas análises quando conferem notas ao país ou empresa avaliados.

As notas são quase sempre expressas em códigos alfabéticos ou alfanuméricos (Aa1, B+ etc).

O risco de negociar: no curto prazo, medir o risco é conseqüência das atividades de um mercado secundário não regulamentado de negócios com títulos dos governos, com foco nos títulos públicos de cerca de vinte países emergentes, onde a presença de títulos brasileiros, mexicanos e russos responde por mais da metade do total negociado.

Comprando e vendendo estes títulos de países emergentes os operadores não se submetem a qualquer jurisdição, a nenhum critério para regulamentações, a nenhuma das chamadas práticas eqüitativas de mercado.

A falta de controles permite a montagem de posições especulativas, alavancagens temerárias e vendas a descoberto, entre outras práticas, e vem sendo interpretada como indicador de algo muito mais amplo.

No caso do sub-índice brasileiro EMBI/Brazil, ele é montado basicamente a partir dos negócios realizados com um conjunto restrito de títulos, sendo o mais importante o C-Bond, que é um dos títulos da dívida pública externa.

Os valores divulgados para o índice refletem o risco desses títulos, e não envolvem o total da dívida externa do país, ou o total da dívida pública brasileira.
Este mercado informal pode ainda ser influenciado pelas expectativas das operações nos mercados monetários internacionais.

Variações do dólar em relação ao euro, por exemplo, podem definir um cenário mais volátil para negócios com títulos de países emergentes.

O banco JP Morgan divulga para seus clientes o indicador deste mercado, o EMBI+.

No fechamento, as operações realizadas são a referência do EMBI+ de cada país emergente

Gostou dessa explicação?

Sim
Não