alavancagem

  1. Uso de ativos ou de recursos de terceiros na combinação da estrutura de capital, visando aumentar o retorno final dos investidores, como os proprietários de empresas, acionistas, investidores em mercados de investimentos e outros;
  2. aquisição de ativos, títulos ou valores mobiliários com recursos obtidos de terceiros
  3. operações de compra e venda de ativos, títulos e valores mobiliários para liquidação no futuro, com depósito prévio de margens de garantia
  4. importância relativa dos empréstimos na estrutura de capital


Divide-se em:

  • alavancagem financeira: aumento do uso de recursos de terceiros em relação aos próprios
  • alavancagem operacional: aumento dos custos fixos em relação aos variáveis.

enfin. Quanto maior o passivo a longo prazo, representado por recursos tomados de terceiros, maior a alavancagem. Se a taxa interna de retorno supera o custo financeiro dos recursos tomados, a operação beneficia os acionistas.

Os fundos alavancados são os fundos em que o investidor pode ser chamado pelo administrador para fazer aportes que cubram eventuais prejuízos do fundo. Estes fundos submetem seus cotistas ao risco de aporte de capital, ou seja, comprometer mais do que 100% do patrimônio investido.

Na mão contrária, desalavancagem é a venda de investimentos com objetivo de reduzir a relação entre seu investimento financeiro e seu patrimônio total. 

A estratégia de alavancagem só é permitida nos fundos genéricos (dentre os fundos de renda fixa) e nos fundos de ações ativos. Essa estratégia deve estar claramente apontada no regulamento e no prospecto do fundo.

Uma carteira alavancada é aquela que possui uma posição de risco de valor superior ao patrimônio. Isso é possível com a utilização de contratos de derivativos.

Exemplo:

taxa de retorno do recurso obtido: 18%

taxa de custo do recurso obtido: 15%

Benefício da operação: 3%

Gostou dessa explicação?

Sim
Não