CPR - Cédula de Produto Rural

Título no qual o emitente, produtor rural (pessoa física ou jurídica) ou cooperativa de produção, vende antecipadamente uma certa quantidade de mercadoria, recebendo o valor negociado (ou insumos) no ato da venda e comprometendo-se a entregá-la na qualidade e no local acordado em uma data futura.

O emitente deve procurar uma instituição (banco ou seguradora) que dê garantia à CPR, pois aumenta o universo de compradores interessados em adquirí-la.

Essa instituição, após análise do cadastro e garantias que o emitente oferecer, acrescenta seu aval ou agrega um seguro.

De posse da CPR avalizada ou segurada o emitente pode negociá-la no mercado.

A CPR pode ser negociada por intermédio do mercado de balcão ou - por meio do leilão eletrônico do Banco do Brasil, em bolsas de mercadorias.


Gostou dessa explicação?

Sim
Não