ADR - American Depositary Receipt

Recibo representativo de ações ou outros valores mobiliários de companhia não sediada nos Estados Unidos, emitido no Exterior por um banco depositário e custodiado em banco norte-americano.

Instrumento de negociação criado para que emitentes de títulos cotados em outros países atendessem às normas e regulamentos norte-americanos de registro de títulos, e facilitar o recebimento de dividendos por parte de investidores dos Estados Unidos.

enfin. É negociado nos mercados organizados dos Estados Unidos.

Utilizado para captar recursos no exterior, e para reforçar a liquidez das ações da companhia.

É negociado entre investidores institucionais, em Bolsas de Valores, e nos mercados organizados.

Investidores podem converter seus ADRs em ações da companhia, e negociá-las no país de origem da companhia.

Quando negociados em mercados de balcão, os ADRs não precisam seguir as normas da lei Sarbanes-Oxley

Gostou dessa explicação?

Sim
Não