recolhimento compulsório

  1. Encaixe obrigatório
  2. instrumento de política monetária e creditícia de longo prazo, visando tanto ao controle do multiplicador da base monetária como à seletividade das aplicações
  3. recolhimento feito pela rede bancária de determinado porcentual sobre seus depósitos e outros títulos contábeis. Pode ser feito parcialmente em moeda e/ou títulos federais da dívida pública
  4. instrumento restritivo para controle do crescimento de moeda escritural

enfin. É calculado sobre médias móveis e em função de saldos mensais. Atua indiscriminadamente sobre todos os bancos.

A autoridade monetária pode criar situações de exceção em áreas de implantação pioneira de serviços bancários, ou de acordo com políticas de desenvolvimento regional, entre outros, quando é utilizado como instrumento de direcionamento de crédito.

Entre estas destinações estão operações de crédito rural subsidiado, compra de títulos públicos, créditos e financiamentos para capital de giro, microempresas, trading companies e compra de ações e debêntures de companhias privadas nacionais.

A utilização do recolhimento compulsório como instrumento de política monetária não é universal.

Diversos países aboliram-no, enquanto outros não o consideram fundamental, especialmente depois do extraordinário desenvolvimento dos mercados para ativos de bancos nos últimos anos.


Gostou dessa explicação?

Sim
Não