ETF - Exchange Trade Fund

  1. Unidade negociável em Bolsa como se fosse uma ação, mas que é uma quota de fundo de investimento.
  2. Fundo de investimento em índice, com cotas negociáveis em bolsa, como se fossem ações.

O ETF busca obter desempenho semelhante à performance de determinado índice de mercado e, para tanto, sua carteira replica a composição desse índice, de acordo com regras determinadas por regulação específica.

Também conhecidos como trackers.

enfin. O Exchange Traded Fund é exemplo de uma história de rápido sucesso no mercado internacional.

O primeiro ETF – em português, Fundo de Índice Negociado – foi lançado em 1989, nos Estados Unidos, com o objetivo de refletir o comportamento do S&P500.

Na American Stock Exchange e na Philadelphia Stock Exchange, era negociado com a denominação Index Participation Shares.

Na década de 1990, o produto chegou ao Canadá, com base nos índices TSE 35 e TSE 100.

Em 1993, a Standard & Poor’s lançou o Standard & Poor’s Depository Receipt (SPDR), conhecido na época como Spider.

Em 1996, foi a vez do Barclays Bank (Reino Unido) lançar o World Equity Benchmark Shares (WEBS) que, em seguida, recebeu o nome de iShares MSCI Index Fund Shares.
Desde lá, essa nova forma de investimento se faz presente, cada vez mais, nos principais mercados financeiros do mundo como Hong Kong, Alemanha, Japão, Espanha, Cingapura, Brasil e México.

(extraído de trabalho da BM&FBovespa)

NOTE BEM: desde junho de 2014, estes fundos passam a ter uma tributação de Imposto de Renda diferenciada, com as seguintes alíquotas e prazos:

25% até 180 dias;

20% até 720 dias;

15% acima de 720 dias.

Por outro lado, estão isentos do recolhimento do come-quotas.

Gostou dessa explicação?

Sim
Não