Conselho de Administração

Órgão da Administração de empresas que representa o controle acionário da companhia na atividade operacional.

enfin. Suas atribuições principais são:

  1. fixar a orientação geral dos negócios da companhia
  2. fiscalizar a gestão da Diretoria
  3. convocar as assembleias de acionistas
  4. manifestar-se sobre o Relatório da Administração e as Demonstrações financeiras
  5. manifestar-se sobre atos e contratos;
  6. deliberar sobre emissão de ações, debêntures e bônus de subscrição da companhia
  7. escolher e destituir auditores independentes
  8. autorizar alienação de bens permanentes, constituição de ônus reais e prestação de garantias por parte da companhia

 Os conselheiros podem ser internos, externos e independentes, conforme abaixo (condensado de trabalho da Treasy Planejamento e Assessoria):

  • Conselheiros Internos: São os próprios diretores ou empregados. Por possuir vínculo com a empresa,  é necessário tomar cuidado para que não haja conflito de interesses. Isso pode resultar em decisões prejudiciais ao negócio como um todo.
  • Conselheiros Externos: Como o nome sugere, neste caso não há vínculo direto com a empresa, mas há uma certa relação de dependência. Entram nesta lista ex-diretores e ex-funcionários, advogados e consultores que prestam serviços à empresa, sócios ou empregados do grupo controlador, de sua controlada direta, controladas ou do mesmo grupo econômico e seus parentes próximos e gestores de fundos com participação relevante.
  • Conselheiros Independentes: Não possuem quaisquer relações (sejam de negócio, familiares, ou outros) com a organização. Especialmente em companhias de capital disperso os conselheiros independentes têm um maior protagonismo nas decisões.




Gostou dessa explicação?

Sim
Não