spread

  1. Diferença entre o preço de compra e o preço de venda de um ativo
  2. diferença de preço entre os meses de vencimento de um contrato
  3. diferença entre a taxa de empréstimo cobrada pelos bancos dos tomadores de crédito e a taxa de captação paga aos clientes
  4. taxa cobrada em empréstimos ou financiamentos internacionais.

Varia de acordo com a avaliação de risco da operação.

enfin. Segundo a BM&F, "além das oportunidades de lucro proporcionadas pela compra de futuros baseada na expectativa de alta para um produto ou pela venda de futuros baseada na expectativa de baixa para o mesmo, o mercado futuro oferece, ocasionalmente, oportunidades de lucro resultantes de spread.

Fazer spread significa comprar um contrato futuro considerado "barato" e vender, ao mesmo tempo, outro contrato, relacionado com o primeiro e considerado "caro".

As transações de compra e de venda, nos dois contratos, são feitas simultaneamente.

Se os preços de mercado se moverem conforme previsto, o lucro resultante poderá ser extremamente atrativo, em comparação com o risco.

As contribuições econômicas do spread para o mercado são duas: dar liquidez e devolver os preços a uma relação mais normal, depois de sua distorção.

O conhecimento da negociação de spread é, portanto, importante para todos - hedgers e especuladores.

A movimentação da diferença entre dois preços inter-relacionados é o fundamento de qualquer spread.

O operador coloca um spread quando a diferença de preço entre dois vencimentos futuros parece anormal ou excessiva.

Logo, compra um contrato futuro para um vencimento e, simultaneamente, vende outro, para o outro vencimento.

A diferença de preços pode alargar-se ou estreitar-se, até tornar-se uma relação "normal", quando o operador liquidará sua posição de spread com lucro".

Gostou dessa explicação?

Sim
Não