moeda de ouro

Reserva de valor durável, reconhecida em todo o mundo.

Item de coleção valorizado por numismatas.

enfin. Entre 1628 e 1658 circulou na Índia a moeda de ouro mais pesada já cunhada pelo homem: a peça de 200 Mohurs, com 2.322 gramas de ouro 916,6, equivalente a 2.137,65 gramas de ouro fino, ou 64,4898 onças troy (veja abaixo a cunhagem de uma moeda comemorativa de grandes proporções).

Já entre as moedas mais leves, foi também na Ásia que ela foi cunhada.

É a peça de 1/64 do Mohar do Nepal, na Índia, cunhada entre 1750 e 1911, com peso de 0,0901 gramas de ouro, ou 0,08259 gramas de ouro fino, ou ainda 1,233 grãos (são necessários 480,6 grãos para completar 1 onça troy).

A Idade de Ouro da cunhagem de moedas de ouro ocorreu na primeira metade do século XIX, mantendo-se ativa até 1914, data em que perdeu importância.

Seu fim oficial foi decretado em 1933/34, ao se estabelecer o preço do ouro em US$ 35,00 por onça troy.

Durante estes quase 100 anos de estabilidade, o valor de face das moedas norte-americanas era baseado no valor legal de US$ 20,67183 por onça troy, enquanto a Inglaterra mantinha uma política de gold standard em que a onça troy de ouro era trocada por £ 4 s5.

Observe-se que o poder de compra dessas moedas nacionais não era o mesmo.

Características numismáticas de algumas moedas fizeram com que diversas emissões assumissem valores maiores.

De maneira geral, quanto maior for o teor de ouro fino contido numa moeda, maiores devem ser os cuidados com seu manuseio, porque o ouro é metal extremamente macio, e os colecionadores são especialmente exigentes quanto ao estado geral das suas moedas de ouro.

Inevitavelmente, existe um mercado paralelo de moedas de ouro falsas.

Defeitos na cunhagem são hoje de domínio público.

Há casos de moedas falsas bem cotadas, por apresentarem teor de ouro fino superior ao das cunhagens oficiais.

Algumas moedas foram emitidas em diversos países com características idênticas, e tiveram curso internacional.

Gostou dessa explicação?

Sim
Não