mercado eficiente

Teoria aplicada ao mercado de capitais segundo a qual o mercado com distribuição pulverizada de ativos, títulos e valores mobiliários, onde todos têm pequena participação, reflete toda a informação disponível, o que o torna eficiente.

Em consequência:

  • nem o investidor deve considerar normal receber rendimentos acima dos riscos assumidos,
  • nem as empresas devem esperar que as cotações superem o justo valor em suas emissões.

Gostou dessa explicação?

Sim
Não