lei de Gresham

Fenômeno pelo qual se diz que a moeda má expulsa a moeda boa.

Originada na época das moedas metálicas.

As moedas de maior valor tendem a ser guardadas ou processadas (quando em metal precioso), desaparecendo de circulação.

Com isso, só as moedas em processo de desvalorização são usadas.

Atribuída ao banqueiro inglês Sir Thomas Gresham (1517-79), mas não foi ele quem desenvolveu essa lei.

Ela foi formulada originalmente pelo físico e astrônomo Copérnico, num relatório escrito em 1526, a pedido do rei Sigismundo, da Prússia. 

A conclusão de Copérnico é que quando há duas moedas nacionais de teor semelhante no mesmo meio circulante,  a moeda má expulsa a moeda boa, no sentido de que as pessoas tendem a retirar de circulação as peças monetárias de ouro para fundi-las em barras e negociá-las, no estrangeiro, por sua cotação internacional. 

Com isso, o meio circulante, ao invés de fortalecer-se, deteriora-se. 

(do blog do advogado e consultor Letácio Jansen)

Gostou dessa explicação?

Sim
Não