bloqueio bancário

Bloqueio judicial de conta corrente ou conta poupança é uma ordem judicial enviada para o Banco Central. Este, por sua vez, envia um pedido ao banco para bloquear toda a movimentação bancária desse banco ou instituição financeira até o juiz decidir o que deve ser feito com os valores bloqueados. 

Geralmente, o bloqueio é realizado como medida preventiva para garantir que um indivíduo ou empresa tenham recursos disponíveis para o pagamento de custos processuais e indenizações que podem ter de ser pagas ao final do processo. 

O bloqueio judicial de conta corrente ou conta poupança deve ser resolvido em meio jurídico. 

A instituição financeira não poderá fazer transferências, saques, mudança de conta, ou qualquer transação financeira enquanto a conta estiver bloqueada judicialmente. 

O bloqueio pode ser removido a partir do momento em que o cliente arcar com suas obrigações financeiras pendentes.  Ao quitar suas obrigações, o juiz irá liberar o bloqueio judicial. 

(fonte: “Débito & Crédito”)    

Gostou dessa explicação?

Sim
Não