Basileia III

 Acordo com recomendações de melhores práticas relativas à estrutura de capital de instituições financeiras. 

Com Basileia III, o Comitê de Basileia propôs, entre outras medidas: 

  • definição de capital mais rigorosa, visando fundamentalmente ampliar a capacidade de absorver perdas; 
  • harmonização internacional da definição do capital; 
  • ampliação da transparência quanto à composição do capital; 
  • criação de duas modalidades de capital suplementar (buffers) que incentivam as instituições financeiras a acumularem reservas adicionais de capital em períodos de rápida expansão do ciclo econômico para serem utilizadas em momentos de estresse; 
  • ampliação do escopo dos riscos capturados pela estrutura de capital; 
  • introdução do Índice de Alavancagem, a ser aplicado como medida complementar ao requerimento mínimo de capital;  
  • adoção de requerimentos mínimos quantitativos para a liquidez 

Gostou dessa explicação?

Sim
Não